Não deixe o samba morrer!

Sábado eu tive uma experiência NOVA! Quem não trabalha com casamentos me fala que eu devo enjoar de ver tanta coisa igual! Ué, mas médicos tratam das mesmas doenças, advogados cuidam de causas parecidas, professores ensinam as mesmas coisas todos os anos E, NEM POR ISSO, eu acredito que seja sempre tudo igual. E, de fato, não é NADA igual :)

Pois sábado, dia 27 de junho foi o MAIS diferente de todos os casamentos que eu já fui. Os motivos? A Força da NATUREZA e a FORÇA DA NOIVA MARISE! Lá vai a história!!

Era uma vez… uma noiva chamada Marise que me mandou um e-mail perguntando se eu fazia casamento em Bananal. A minha resposta foi bem sincera: Onde danado é Bananal?? :D Depois que eu soube que era na divisa Rio-SP então eu estava em casa! Vamos simbora para Bananal! Sábado de manhã a van contratada pela Marise e pelo Cobra (ah vou chamar o noivo de Cobra mesmo pq todo mundo só o chama pelo sobrenome) veio me pegar aqui em casa e fomos juntos eu e o grupo NÓ MOLHADO para o hotel fazenda. Duas horas e pouquinho de estrada ouvindo samba de primeira! Os meninos tiraram o cavaquinho, pandeiro, reco-reco e tudo mais que eu tinha direito a ouvir no trajeto!!! ADOREI!!!! Fora a paisagem LINDA no caminho!

grupo Nó Molhado

Bananal

Estrada

O hotel fazenda Três Barras é uma gracinha! E foi ali o cenário da nossa história de amor da Marise e do Cobra!

decoração

Decoração

Até a noite cair, o friozinho chegar e os 300 convidados lotarem o lugar! Era, enfim, a hora de dizer SIM!

Marise Ela entrou com música de Nando Reis!!!

casal

Cobra e Marise

Meu all star! O allstar que só faltou ser azul!

A grinalda que foi da mãe dela e inspirou o vestido feito pelas AS MENINAS

grinalda

bênção

Beijo

E tudo terminou num beijo apaixonado por esse casal lindo de viver!!!! E a festa era agora! DJ da Melt, sambão do Nó Molhado, estava tuuuudo indo muito bem….

Festa

… Até que…. uma chuva começou a cair. Choveu, ventou, os trovões ecoavam pela serra e o raios iluminavam o céu de Bananal e tome do povo beber: cerveja, saquê, vinho branco, vinho tinto, caipiroskas mil, espumante, e dança e bebe e come e os trovões rachando as nuvens lá em cima!!! E o DJ deu uma parada e os meninos do samba assumiram o posto!

Nó molhado

MAS… só fizeram o esquente, só deu tempo dos tamborins aquecerem porque de repente…. no meio da chuva, no meio da dança, das luzes coloridas, das pessoas felizes a água da chuva apertou, começou a subir, água, água, água e um ESTRONDO! Um barulho com se o céu tivesse rachado e ao mesmo tempo aberto uma fenda de LUZ!!! Tá, chega de poesia, um RAIO CAIO NO MEIO DA FESTA!!! O clarão subindo pela pista de dança, as caixas de som fazendo um barulho ensurdecedor e o cheiro de queimado subindo…. sim…. a festa tinha “acabado” em um milésimo de segundo e aqui acabaria a história do casamento SE, e somente SE não fosse O casamento da MARISE com o COBRA, fotografado POR MIM e tocado pelo NÓ MOLHADO! OXE! A galera do samba em meio minuto arrastou as cadeiras para o centro da festa, arrancou os fios, microfones e não teve dúvida: É no Gogó!!!!! A Marise estava desolada com os olhinhos cheios de lágrima quando a verdadeira roda de samba se formou! E eu, delicadamente, pedi para ela dançar no meio da roda… e ela, chorosa e triste… FOI!

img_7907

Ainda segurando as lágrimas

E o samba era nada mais nada menos que…

Quando eu não puder
Pisar mais na avenida
Quando as minhas pernas
Não puderem agüentar
Levar meu corpo
Junto com meu samba
O meu anel de bamba
Entrego a quem mereça usar…

Eu vou ficar
No meio do povo, espiando
Minha escola
Perdendo ou ganhando
Mais um carnaval
Antes de me despedir
Deixo ao sambista mais novo
O meu pedido final…

Antes de me despedir
Deixo ao sambista mais novo
O meu pedido final…

Não deixe o samba morrer
Não deixe o samba acabar
O morro foi feito de samba
De Samba, prá gente sambar…

E a FESTA ESTAVA FEITA!

AMOR no SAMBA

Não deixe o AMOR morrer!!!!

água no pé!

Não deixe o Samba morrer!!!

Roda de samba

Não deixe a Alegria acabar!!

Samba

Não deixe a Festa Acabar!

E eu já tinha ficado arrepiada, chorado, fotografado! e o que aconteceu foi que Marise não deixou o samba morrer, a festa acabar e nem a alegria ir embora! Ela estava casando com o homem da vida DELA!! E as pessoas em volta batendo na palma da mão! “Tristeza, por favor vá embora/ Minha alma que chora/ está vendo o meu fim/ Quero voltar àquela vida de alegria/Quero de novo cantar”

E é isso! O Nó Molhado levou o casório no gogó! O Cobra morreu de feliciade vendo a sua Marise sambar até o fim e a Marise… AH! A Marise ganhou o TROFEU NOIVA DE TODOS OS ANOS!!!!! E mostrou que casamento é AMOR, É FELICIDADE, É QUERER ESTAR JUNTO e, se as pessoas estão ali convidadas, é porque querem participar desse momento de amor!!! OBRIGADA MARISE Por não deixar a peteca cair, alegrar e EMOCIONAR TODO MUNDO que estava ao seu redor :) MARISE VOCÊ É FODA!!!!!!!!!!

img_8156

sambando

amor

Ela e eu

Meu cabelo molhado da chuva, casacão contra o frio de 7 graus e ALEGRIA de estar ali! OBRIGADA Marise e Cobra :)

E sobre o samba, virei fã! Sextas de julho no Espelunca Chique do Jardim Botânico. Eu vou!!! Porque o samba não pode parar!!!

23 Comentários

  1. Gisela Salles disse:

    Nossa fiquei completamente emocionada com essa história,me coloquei no lugar dela e senti tudo como se fosse eu,nota 10000000 para essa noiva,mas nota 20000000000000000000 para o grupo Nó Molhado foram de um profissionalismo encantador,dificil de se achar hoje em dia,

  2. Aline Machado disse:

    Nossa, que estória hein? Quantas emoçoes numa noite só!
    As fotos expressam tudo isso!
    Um beijo,
    Aline

  3. Carlinhos Percussa disse:

    Carolzita, add no msn e vamos trocando aquela energia positiva sempre! Quanto ao casamento, foi foda sim, mas os salvadores fomos todos nós que com uma boa vibração não deixamos o clima morrer: grupo, os convidados e noivos e padrinhos, até a galera do serviço tava na sintonia. Coisa que o homem não consegue explicar!
    beijão e parabéns. Belissimas fotos

  4. Daniel Nobre disse:

    Uau… fiquei arrepiado lendo seu relato. Show de bola. Fotografar gente apaixonada é sempre melhor, as festas podem acontecer em qualquer lugar, de qualquer jeito, que serão perfeitas, o que importava são as pessoas. Como fotógrafo, sei o desafio que foi tudo isso… PARABÈNS.

  5. Giselle Martins disse:

    Tô arrepiada do fio do cabelo até o dedinho do pé…putz!!!!

  6. Zeza disse:

    O melhor de tudo é você ter reconhecido a força e a beleza disso tudo.

    beijo querida!

  7. Marise e Rafael disse:

    Oi Carol!!!!! Nossa senhora heim?!?! Se lá já fomos às lágrimas, este teu texto não poderia ter expressado melhor tudo o que aconteceu na nossa festa. Você nos trouxe às lágrimas novamente, mas estas de alegria e felicidade de reviver aquela emoção tão misturada de sentimentos e ao mesmo tempo tão segura de estarmos entre família. Família esta composta por todos, não me refiro apenas os de sangue, mas aos de coração que sem eles esta “família” não se completaria e a nossa festa não seria 1/10 tão bonita como foi. Todos presentes de corpo e alma, envolvidos com a nossa estória e momento. Estamos muito mas muito felizes com tudo e apaixonados mais ainda por você que já é nossa da nossa família!!!! bjs mil e te esperamos lá no Espelunca hoje viu!!

  8. Ahhhhhh!!! Assim eu que choro de novo!!
    VAMOS TODOS AO ESPELUNCA HOJE, SEXTA, lá no Jardim Botânico sambar com Nó Molhado, Marise e Cobra!!!

    IUPIIIII!!!!!!!!!!!!!!

  9. CHANG disse:

    O texto e as fotos estão SENSACIONAIS!!!!!!

    Marise e Cobra!! Vcs mereciam uma festa completa!! Com direito a chuva p/ lavar e raio p/ iluminar!!!

    Amo vcs!!!!!!!!

  10. Denise,a mãe disse:

    Querida filha, minha cronista e fotógrafa preferida.

    Fiquei muito emocionada constatando que além de fotógrafa diferente, única, você ainda guarda esse dom maravilhoso que tem de colocar emoção nas suas palavras.
    Fiquei com vontade de conhecer esse belo casal!

  11. Kathrin disse:

    Amei e me arrepiei a cada palavra que lia!!! Incrivelmente especial!!! Qdo pensamos que algo pode dar errado só o tempo mesmo para nos mostrar que aquilo foi fundamental! Ô raio abençoado que iluminou essa festa e a tornou diferente de todas! Casal amo vcs e Carol com toda a certeza vc vai ser a fotógrafa do meu casamento, adorei sua energia!
    Bjs

  12. Tia Mara disse:

    Carol,

    Pude vivenciar o acontecido no casamento da Marise&Cobra. Tudo lindo, diferente e emocionante. Agua, raios e trovao. Musica, choro e alegria. Tudo junto. Amor tambem. Nossa, que lindo!
    Felicidades ao casal.
    Beijos,
    Tia Mara

  13. Amiga, fiquei imaginando todas as cenas como se estivesse lá! Que história maravilhosa! Se eu morasse um pouco mais pertinho ia te encontrar num sambinha as sextas! Estou com saudades de você!
    Mil beijos

  14. marie disse:

    LINDOOOOOO!!!!!! tava tudo maravilhosooooooo!!!!!!!!!!!!! adorei poder fazer parte dessa festa!!!! FELICIDADESSSSSSSS

  15. FERNANDA disse:

    Nossa, fiquei arrepiada!!!! Adoro samba, adoro o pessoal que adora samba pq basta um bom gogó e uma mesa para batucar que a animação está completa!! Parabéns aos noivos que souberam driblar o “probleminha” e fizeram uma festa inesquecível!!!!!

  16. Flavia disse:

    Realmente não tem outra maneira de contar como foi esse casório!
    Parabéns pelo lindo posto sobre o casório dessas figuras!

  17. quenia disse:

    Arrasou !!!! Foi td de bom mesmo ! Marise ,Cobra , chuver no casamento é felicidade , sabiam ? pois é … agora raio ? nossa gente mas esse amor é uma LOUCURA !!!!
    que Deus abençoe vcs hoje e sempre !
    Sejam muito felizes e obrigada pela linda festa !!!!
    bjbjbj
    Carol , ainda não tenho o noivo … mas acho que vou querer vc no meu casamento !! rs beijoooooooo

  18. George Neder disse:

    Carol,
    entrei por acaso pelo link da comunidade do casamento da Marise e do Cobrinha no orkut e, sinceramente, achei mto bacana vc relatar de forma tao feliz, algo que, certamente, todos nao esqueceremos.
    Com palavras vc se mostrou tao competente quanto com as imagens! :)

  19. pedro disse:

    Dizem que ler uma cronica é ver através dos olhos do cronista.Eu vi o casamento,a chuva,o vento e o raio.realmente parece coisa “dos céus”ainda mais numa cidade histórica embalada pelo bom,belo,lindo e imortal samba.Não foi por acaso que voce nasceu numa quinta feira de carnaval embalada por maravilhos sambas.Não preciso dizer,mas digo:sou seu fã.E parabéns para o casal pela”harmonia e evolução”DEZ

  20. Recado do papai e da mamãe valem por mil :D
    Obrigada papai Pedro e mamãe Denise!

  21. Duda disse:

    AMIGA!
    QUERO CASAR DE NOVO (COM MESMO NOIVO, LÓGICO!), SÓ PRA TER VOCÊ COMO FOTÓGRAFA. Será que você fotografa nossas bodas de alguma coisa alguma hora?!?!

    Amiga, você é o maior “concentrado” de vida, alegria e energia boa em apenas um 1.50 de mulher. Nunca vi um concentrado igual! Obrigada por dividir com a gente uma história tão linda…e sorte dos noivos de terem escolhido alguém tão cheio de sensibilidade e LUZ pra registrar um momento tão único. Parabéns aos dois!
    E um suuuuper parabéns pra você, amiga! Você nem imagina o tamanho do ORGULHO que eu tenho de tu!
    Beijo enoooorme!

  22. Thaís disse:

    Carol,
    Que história é essa, que fotos são essas, que texto é esse, que pessoa é essa que é vc!
    ENCANTADA. É essa a palavra para definir o seu trabalho, o seu amor e envolvimento com o trabalho. Você mostrou o quanto curte e se dedica ao que faz. Ainda quero te conhecer.
    Texto incrível, me emocionei demais! E as fotos mostraram perfeitamente o que você escreveu.
    Parabéns para você e pelo casal!

  23. Carolina Pires disse:

    Obrigada Thaís :))))))

Comente

Seu endereço de email não será publicado.

Comente com Facebook