Mãe de duas

 

Dia das mães.

Bem difícil escolher o que postar porque são muitas mães que eu fotografo, tenho muitas amigas mães e eu sou MÃE! Então, que difícil! Os últimos dias foram difíceis, filho doente, noites em claro e eu fiquei sem tempo de postar esse ensaio que fiz, até que, opa, amanhã é dia das mães e eu sentei aqui pra resolver isso!

A Vivi, mãe da Dora e da Pilar, fez meu curso de fotografia para pais, estava grávida das gêmeas e depois não tive mais notícias dela, até que recebi um email dizendo que queria fazer fotos na casa dela de como elas vivem o dia a dia. E lá fui eu! O resto, eu prefiro deixar pelas palavras dela, num e-mail comovente que fez a mim e ao meu marido chorar…

FELIZ DIA DAS MÃES!!!

_____________________

Carol,
acompanho seu trabalho há muito tempo e às vezes pensava que seria legal fazer fotos com meu marido. Só que já estávamos casados,  administrar trabalho/casa/dinheiro consumia todo o tempo e acabava desistindo da ideia. Aí vc começou a trabalhar com famílias e decidi que essas eu teria sem desculpas. O problema é que via suas fotos e pensava em como todo mundo era bonito, com cabelos perfeitos e casas de revista. Será que rolava uma pré-produção com cabeleireiro e maquiador?
Quando engravidei, de gêmeas, na segunda FIV, não cogitei fotos de gestante pq apesar de adorar exibir a barriga, a gestação não foi das mais fáceis. Escolhi fazer o curso “Mãe Polvo” e registrar a mudança do corpo em casa mesmo. Daí veio um parto prematuro, 50 dias de UTI, dificuldades de adaptação, depressão… Via as pessoas fazendo fotos newborn e acompanhamentos mensais e pensava: “como raios essas pessoas conseguem sair de casa e posar impecáveis para fotos?” Eu não queria ver ninguém, não queria ser vista, mal conseguia tomar banho… não imaginava ser possível encaixar um fotógrafo no meio dos meus dias regidos a sono, choro (meu e delas), frustração e culpa. Parecia que todo mundo era lindo e feliz, enquanto eu era um fracasso ambulante. :(
Perto das meninas completarem 1 ano comecei a passar a vida a limpo e me dei conta que minhas filhas tinham milhares de fotos, só que a grande maioria era de celular e com elas sozinhas. Como elas saberiam como eu era e onde eu estava durante esse tempo? Eu saberia dizer  como eu era e onde estava? Já tinha passado da hora de chamar vc e encarar que “ok, não vou ter fotos lindas, mas minhas filhas terão lembranças”. (Vivi, em pensar que esse foi um dos trabalhos mais lindos que já fiz)
E vc veio. Numa semana em que nenhum planejamento funcionou, em que ao invés de cabeleireiro e maquiador teve virose, febre, médico e falta no trabalho. Chegou quando eu saía de um banho a jato e me pegou de cabelo molhado e cara limpa. Sentou no chão da minha sala bagunçada de brinquedos, começou a conversar e sem alarde sacou a câmera. Não teve enfeite, não teve pose, não teve pressão pra parecer bonita numa casa de revista. Teve papo de mãe, teve liberdade pra seguir a rotina da casa, teve fotógrafa fechando a cortina do quarto pra não atrapalhar bebê com sono mesmo isso acabando com a luz da foto. A tarde foi agradável, as meninas se divertiram e fui dormir aquela noite com a alegria de quem ganha um presente inesperado. Ainda não sabia como ficariam as fotos (lembra que marido perguntou se vc achava que salvaria alguma coisa?), mas já estava satisfeita com o investimento. ( Acho que algumas fotos se salvaram ;) )
Então as fotos ficaram prontas e me deparei com uma família feliz, numa casa iluminada, fazendo as mesmas coisas de sempre e me mostrando que minha rotina é linda!! (me acabei de chorar…)
Tem foto em que eu adoraria ter ganhado uma pré-produção? Tem. Tem foto em que o cansaço dos dias está evidente? Tem tb. Mas o que grita nas imagens é a parceria com o marido, a beleza natural das minhas filhas, o afeto entre nós quatro. (que photoshop nenhum tem! Isso é vida real! LINDO!)
(prepara o lenço) Eu que sempre questionei minha capacidade em ser mãe de gêmeas e me dividir igualmente pra cada uma vi que não tem jeito de ser igual pras duas pq sendo pessoas diferentes o que elas esperam de mim é diferente tb. Minha relação com a Dora é diferente da minha relação com a Pilar e isso não significa que uma seja melhor que a outra. Olho nossas fotos e vejo amor em todas elas. Vejo cuidado, vejo carinho, vejo beleza, vejo verdade. Graças a vc as imagens que deixarei pras minhas filhas evocarão lembranças de todo dia, não de um episódio único em que nos produzimos para tirar foto. Graças a vc eu pude me ver de fora e dar sentido pra loucura que foi o último ano. Poderia ser que eu estivesse só maravilhada com seu trabalho? Até poderia, afinal vc é espetacular, mas o que eu estava sentindo era maior que isto, era aceitação. (Ahhhhh Viviiii me dá um abraçooooooo!!!!!!! porra, tudo se resume a isso: aceitação!!!!! que lindooooooo!!!!! sniffffffff ) 
(continua no final do post)
… O que eu respondo?

Oi! Eu sou a Dora! e sou a cara do meu pai!

 

irmas_001

e esse foi um dos meus primeiros passinhos!

irmas_008 irmas_012

Oiii, Eu sou a Pilar e sou a cópia da minha mãe!

irmas_018

irmas_021 irmas_030 irmas_034

É de uma delicadeza que nem sei dizer…

irmas_041

Um soninho… O quarto delas é todo montessoriano, o máximo!

irmas_054 irmas_059 irmas_062 irmas_065 irmas_070

E é isso, irmãs gêmeas, temperamentos, características e demandas diferentes!

irmas_094

Uma é bagunça

irmas_096

A outra, chamego!

irmas_099

Uma quer o pai… a outra a mãe!

irmas_103 irmas_104 irmas_107

Aqui o pai que é medroso, nem colocar a filha no cangote ele queria hahahahaha

irmas_120

Mas as duas adoram um malabarismo!

irmas_131 irmas_140 irmas_144

Hora de mamá!

irmas_146 irmas_153 irmas_154

Hora dos mamás!

irmas_156

E o soninho chega… e nessa hora de aconchego eu pensei: é assim mesmo, a gente está morta mas quando eles se aninham na gente… o mundo para todinho!

irmas_165

Enquanto isso, na sala….

irmas_172 irmas_178

Rá! Acharam que eu ia dormir? ;)

irmas_183 irmas_185

Bate aqui!

irmas_191

Hora de passear, vamos para a rua! que comece a luta! hahahaha

irmas_193 irmas_195 irmas_196

AMEIII essa imagem :)

irmas_197

irmas_208 irmas_211 irmas_214 irmas_218

Lançamento de Dora pro canguru! rsrsrs

irmas_219 irmas_225 irmas_237

Ownnnnnnnnn

irmas_239 irmas_273 irmas_275 irmas_279

Eu fico pensando o que a Dora está pensando!

irmas_286 irmas_297 irmas_304 irmas_320irmas_322 irmas_335 irmas_336

Não fazia ideia do pq disto até ler o seu texto sobre a Fhox Talk e chorar. Estava ali, muito bem explicado, na parte em que vc disse “Minha fotografia é simples, emotiva, carinhosa, quase um afago. Um afago naquela criança que um dia vai crescer e se tornar um adulto em busca de respostas sobre si. Sobre sua família, suas questões. E minha pretensão, muito audaciosa, é que esse adulto se sinta afagado por essas memórias, que sirva de colo, que sirva de respiro.”
Pq sua pretensão pode até ser afagar aquela criança no futuro, mas quando nós, mães, nos vemos em suas fotos, com todas as dúvidas sobre repetir ou desfazer os passos da nossa infância, somos afagadas tb. (sniffff…)
Não posso saber como seria se tivesse te chamado mais cedo, só que hoje, depois de vivenciar esta experiência, gostaria de ter passado por isto enquanto estava no olho do furacão. Talvez, se me visse com olheiras profundas na penumbra do quarto com aqueles pacotinhos minúsculos no colo (elas foram pra casa com apenas 2kg e 44cm), eu me enxergasse mãe de verdade. (VOCÊ É!!!!) Talvez, se visse minha cicatriz num corpo visivelmente mais magro (perdi 16kg em 20 dias sendo que tinha engordado 13kg na gravidez), eu aceitasse a força do que estávamos vivendo. Enfim, não dá pra voltar no tempo. O que posso dizer hoje é que seu trabalho é um lindo presente. (OBRIGADA! MUITO OBRIGADA!)
Espero que sua pretensão para o futuro se confirme, mas tenha certeza que o carinho das fotos já afaga toda a família hoje, no presente.
Obrigada por tudo, de todo meu coração.
 Vivi, minha resposta, como eu disse e você leu, são as fotos! Sua família não é linda, nem feia, nem isso nem aquilo. Essa é A SUA FAMÍLIA e ela é MARAVILHOSA em si!
Sinta-se abraçada, querida MÃE e COMPANHEIRA (porque somos todas, né?)
FELIZ DIA DAS MÃES!
Carol :)

Comente

Seu endereço de email não será publicado.

Comente com Facebook